A vida nos livros na EBS da Ponta do Sol

Ferira do livro com a dinamização de diversas atividades. 05-12-2014 Projeto Bau Leitura
A vida nos livros na EBS da Ponta do Sol

Como já vem sendo tradição nos últimos anos, os docentes do Departamento Curricular de Línguas organizaram uma Feira do Livro na nossa escola, desta vez subordinada à divisa LER É SABER SER. Este evento, que decorreu na semana de 1 a 5 de dezembro, contou com a estreita colaboração de outros professores, nomeadamente oriundos do Departamento de Expressões.

Mas os verdadeiros protagonistas da nossa Feira do Livro foram os muitos alunos, de todos os níveis de ensino, que animaram o espaço contíguo aos expositores da Livraria São Bento, a habitual parceira da nossa festa da leitura e da literatura. (…)

A abertura e o encerramento do evento estiveram a cargo das turmas 12.º C e 11.º B, respetivamente. Entre estes dois momentos pudemos assistir à declamação de variadíssimos textos poéticos, narrativos e dramáticos. Destacaram-se, entre outros, “O Príncipe Nabo”, oferecido pelo 5.º B, ou a “Conversa literária”, interpretada pelo 8.º D. A narrativa, a poesia e a música de língua inglesa e de língua francesa estiveram também presentes na Feita do Livro, nomeadamente no conto “The Three Little Pigs”, apresentado pelo 9.º B, e nas “Letras e Sons Franceses”, da responsabilidade das turnas A e B do 9.º ano, que homenagearam também Patrick Modiano, o mais recente Prémio Nobel da Literatura. As turmas 8.º C e 11.º B e D convidaram o universal Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry para um surpreendente pot-pourri de língua francesa, inglesa, espanhola e portuguesa!

Se a poesia, a narrativa e o drama são inseparáveis da voz humana, seja falada ou cantada, também a música não poderia deixar de estar presente na nossa Feira do Livro. Neste âmbito, foram especialmente aplaudidos a atuação de Jorge Freitas, do grupo Broken Dawn, o “Momento musical” protagonizado por Gonçalo Caboz, do 12.º B, e a mostra das bandas da EBS da Ponta do Sol, conduzida pelo professor Duarte Inácio.

Ao longo de toda a semana, o espaço da feira e os seus arredores foram percorridos pelas “estátuas vivas” de ilustres figuras literárias, que saudavam amavelmente os transeuntes e os convidavam para visitar as atividades e os expositores da Feira do Livro. Quase todas as turmas do 7.º e do 8.º ano se envolveram de corpo e alma nesta verdadeira prosopopeia!

A dramatização trazida pela Casa do Povo da Ponta do Sol garantiu a desejada abertura à sociedade civil da Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol. Já a atuação do grupo Ginga Capoeira, sediado na nossa escola, veio recordar-nos o ideal clássico Mens sana in corpore sano: na verdade, a leitura tonifica a mente como o exercício físico robustece o corpo!

É de salientar que várias destas atividades – declamações e dramatizações de poemas, esculturas vivas, dinamização e decoração do espaço, produção de marcadores alusivos ao evento – resultaram do valioso contributo do Projeto Baú de Leitura, no âmbito do qual merecem destaque os trabalhos dirigidos pelo professor Zé Abreu.

Registe-se, finalmente, que a decoração do espaço, a exposição dos trabalhos dos alunos (em papel ou em suporte digital) e a manipulação do material áudio utilizado neste evento envolveu cerca de uma vintena de docentes e funcionários da nossa escola. Só com a colaboração de todos se pôde garantir o evidente sucesso da nossa Feira do Livro!

 


Notícia enviada pela dinamizadora Judite Perestrelo